Tag: OpenOffice

Desenvolvedores do OpenOffice.org se separam da Oracle

Oracle foi convidada para a fundação, que ainda solicita a doação do nome OpenOffice.org.

Por Aylons Hazzud,
Da Geek.com.br

O OpenOffice.org, suíte de aplicativos que concorre com o Microsoft Office, está sob nova direção e talvez ganhe um novo nome: LibreOffice. O novo instituto, intitulado “The Document Foundation” (TDF), retira o projeto do controle da Oracle, cujas relações com a comunidade do software livre tem sido conturbadas desde que foi anunciada a compra da Sun.

A nova fundação, que tem apoio de pesos-pesados como Google, Free Software Foundation e Novell, convidou a Oracle para participar como um membro comum, sem o mesmo poder de decisão que ela detinha no OpenOffice.org. Além do convite, a TDF está solicitando à Oracle a cessão dos diretos sobre a marca OpenOffice.org, mantendo o nome provisório de LibreOffice enquanto aguarda a resposta. A versão brasileira deve manter a marca BrOffice.org, adotada há alguns anos após um conflito judicial.

Os problemas da comunidade e dos desenvolvedores com o OpenOffice.org são anteriores à aquisição da Sun pela Oracle. A lista de queixas inclui a obstrução da integração com o MS Office e a transferência dos direitos autorais dos programadores. Há também animosidades entre a própria Oracle e outros o movimento de software livre, evidenciados por exemplos como o processo contra o Google envolvendo patentes do Java e o fim do OpenSolaris.

Anúncios

Configurando o OpenOffice

Configurando o OpenOffice
http://www.guiadohardware.net/artigos/330/

*O OpenOffice é um dos aplicativos mais complexos que temos no Linux, com mais linhas de código que o próprio Kernel e um sem número de componentes e bibliotecas diferentes. Ele também inclui suporte a diversas línguas e a Java, o que torna o conjunto ainda mais complexo :).

Pela lógica, se você usasse o Ubuntu, Kurumin, ou qualquer outra distribuição derivada do Debian, você baixaria os pacotes contendo os pacotes .deb. Mas, isto nem sempre é uma boa idéia, pois este pacote é gerado para trabalhar no Debian unstable e tem um grande número de dependências, que impedem que seja instalado em muitas distribuições.